segunda-feira, fevereiro 06, 2006

Eu canto Cãnticos de Vitória
hoje sinto escrever um poema

E eu canto a canção
Seja no monte ou no vale
em luz ou em escuridão
sei que neste mundo tudo vale
mas eu tenho a salvação

A luz está em mim
as Sus palavras alumiam
o caminho até ao fim
e lá os males findam
porque Jesus morreu por mim

Canto, Canto
o cantico da vitória
dou Glórias ao Santo
que deixou seu lar na Glória
para minha vida não ser pranto

Canto canções de Amor
Ao Salvador diário
Agora estou melhor
já julguei estar ao contrário
errado estava, voltou o Cantor

"Como contristado
mas sempre alegre"
não fico indignado
por uma tribulação leve
mas fico assustado

mas isso já passou
mas sei que pode voltar
mas eu aqui estou
Com o meu Pai a ajudar
E eu sei com quem vou

eu não vou parar
e as aflições são neste mundo
mas quando acabar
me espera um cantico de fundo
inexplicavelmente melhor que o que eu vou cantar

Jesus é tão BOM
Jesus é tão BOM
morreu pra me salvar
e está sempre a ajudar
sempre quer aperfeiçoar
e pra ele eu vou cantar

para sempre
eternamente
amem



2 comentários:

Pingo disse...

Altamente mesmo, curti bué o poema.

joao_dias_pingo@hotmail.com ;)

[[]]

melga sofia =p disse...

oh menino,este belo especime de obra de arte literario e lirica e da sua autoria?!diga-se de passagem que esta devera belo!denota uma ispiracao divina muito forte o que enriquece qualquer poema =) ta d+ msm migo =) fica bem ****Dta