quarta-feira, julho 16, 2008

O Tolerante Intolerável e a Intolerante Tolerável

Rogério Vital é um professor de sociologia, tem 43 anos, casado, com dois filhos, condição económica favorável, digamos que é uma pessoa normal (bem sei que uma pessoa normal, olhando para o mundo é uma pessoa que passa dificuldades). O Rogério é um Pluralista, não reconhece que exista apenas uma explicação para as coisas, um único caminho para achar o sentido da vida, por consequência é também um tolerante, isto é na minha singela observação, ser intolerante para quem é intolerante, uma atitude paradoxal que nunca se aparenta como tal.

Carla Madruga é assistente social, tem 31 anos, solteira porém autónoma. A Carla é Cristã, considera que nem "todos os caminhos vão dar a Roma", acredita que caminhos contundentes não podem ser ambos verdadeiros, como tal expressa a sua opinião de uma forma amena, por forma a que todos possam ter conhecimento do caminho que ela crê ser o verdadeiro, único para se chegar à paz, por meio do verdadeiro reconhecimento do propósito da vida.

O Rogério não tolera pessoas como a Carla, porque a Carla é intolerante para com as suas ideias, A Carla tolera pessoas como o Rogério, como também podia não tolerar, ela costuma fazer alguns "cheques-ao-rei" inescapáveis à teoria de pessoas como o Rogério, aos quais pessoas como o Rogério decidem ignorar relativizando as regras do jogo.

1 comentário:

Penedo disse...

N9,
As 3 personagens representam bem muitas das pessoas que conheço na sociedade. Devo até dizer que em certos momentos personifico algumas delas. Estava a espera que houve um terceiro perfil, relativamente à alguém que ignorasse os três apresentados.
Um abraço.