sábado, junho 28, 2008

O Programa do Filipe

Xy3 - Duas rectas paralelas nunca se intersectam não é?
Xy4 - Precisamente
3 - Mas essa é uma verdade que não se alcança pela experimentação não é?
4 - Sim, rectas são um conceito abstracto, no mundo natural não encontramos nada de idêntico que nos possa levar a uma verificação.
3 - Sendo assim como podemos garantir que isto que disse de início possa ser verdadeiro?
4 - De facto, é devido à lógica, um atributo que está com o ser humano e que é impossível contraditar, o pensamento filosófico e matemático baseia-se nisto.
3 - A lógica é exclusivamente humana?
4 - De facto o raciocínio dedutivo propriamente dito até hoje só foi encontrado no ser humano. Se mostrar um rebuçado a um chimpanzé e de seguida o agarrar e trocar esse rebuçado de mão de forma a ludibriar o animal e de seguida abrir a mão que não tem o rebuçado, o animal em questão não entenderá que o doce está na mão fechada.
3 - Mas não são os macacos capazes de decorar sequências de números?
4 - Sim, porém isso não se trata de raciocínio dedutivo, raciocínio dedutivo seria ele saber resolver uma equação, mesmo que simples, e ainda que não apresentada na forma de cálculo, como o jogo do rebuçado que falei.
3 - Nesse caso eles têm boa memória mas não têm raciocínio lógico.
4 - Precisamente.
3 - Como é que o ser humano adquiriu este sentido? Terá sido através da evolução?
4 - Bom, esse raciocínio não se conclui por métodos dedutivos, mas sim por indutivos, a indução é frágil, porque parte de uma observação restrita e a aplica na generalidade.
3 - Mas, desculpe interromper, alguém já observou evolução propriamente dita?
4 - A única coisa que nós podemos observar são os animais que temos, e alguns poucos fosseis, mas nada nos prova directamente evolução.
3 - Nesse caso é um raciocínio indutivo com muito poucos alicerces, parece quase um palpite.
4 - De facto podemos ver algumas mutações em colónias de bactérias, isso faz-nos crer, lá está indução, que por serem muito mais pequenas as bactérias evoluam mais rapidamente que os humanos, logo a evolução humana demoraria muito mais tempo.
3 - Seguindo o mesmo raciocínio indutivo eu devo acreditar que se uma bactéria que em poucos dias se adapta e transforma, passados alguns anos e após milhares de gerações de bactérias eu deva ter lá algo parecido com aquilo que a evolução nos retrata, porém não é o caso.
4 - Sim a evolução ainda é uma indução muito frágil, é como um desenho de ligar pontos em que só temos o primeiro, o último e dois ou três intermédios perdidos.
3 - Existe alguma alternativa viável?
4 - Existe uma corrente também indutiva que diz que em vez de evolução, cada espécie foi criada por um Ser Poderoso.
3 - E esse Ser Poderoso também criou os microrganismos patogénicos?
4 - Depende da religião.
3 - Como assim?
4 - Se você for panteísta e acreditar que esse Ser é tudo e todos, então Ele nem propriamente criou mas vai se criando a Ele mesmo, tanto as coisas boas como más, Ele é a evolução até. Se você for por exemplo Cristão, Deus apenas criou os microrganismos saudáveis, porém após a queda do Homem, do pecado, estes sofreram maldição.
3 - Um castigo?
4 - Para um céptico sim, para um crente uma consequência de um acto.
3 - E para si?
4 - Eu não sei.
3 - Não existe mais nenhuma alternativa? De onde veio a lógica então?
4 - Devemos avaliar a versão mais viável, existe mais uma ideia, mas é menos viável, dessa não precisamos, que é a panspermia.
3 - Ah! Extra-terrestres trouxeram a inteligência à terra? Isso não será apenas uma fuga? Quem criou os extra terrestres?
Jorge - Filho desliga lá esse programa gerador de debates fictícios, já me está a fazer pensar demasiado na vida, e além do mais quero dormir!
Filipe - Tudo bem pai, tenho que comprar da net o Xy5, é mais inteligente.
Jorge - Poupa-me... Amanhã falamos.

3 comentários:

Dário Cardina Codinha disse...

isso dos animais não terem raciocínio dedutivo não sei se é bem assim. Bonobos constroem sociedades. Chimpanzés apresentam diversas capacidades que pensávamos que nos pertenciam só a nós.

Penedo disse...

N9,
Um bom e lógico texto que deixa muitas dúvidas para quem quer acreditar na evolução do Homem.
Qual é a fonte do diálogo?
Um abraço.

Marcos Sabino disse...

assim como os elefantes