segunda-feira, setembro 22, 2008

Carta a um Muçulmano

Olá amigo, é possível que esta carta te cause danos, mas se sofreres pela verdade isso dar-te-á felicidade. Sei bem que conheces mais de Jesus do que eu Maomé e a tua devoção é enorme, bem sei também que és um muçulmano mais liberal e gostas de investigar e não temes a punição de Alá por isso, desta forma quero falar contigo sobre Jesus e Maomé da forma mais aberta possível. 
Em primeiro lugar quero dizer-te que não encontro profecias a respeito de Maomé na Bíblia, tu disseste-me que eram poucas devido aos judeus e cristãos corromperem os textos, mas a questão é que não encontro nenhumas, além do mais fui ao Imã da minha cidade e pedi-lhe para ele me mostrar de facto os escritos não corrompidos para que eu pudesse comparar, e ele não teve nada para me mostrar senão o Alcorão e alguns hadiths, acontece que estes todos são mais velhos que as cópias dos evangelhos que eu sei que existem (Recomendo-te que examines vivamente os evangelhos). Examinei as partes da Bíblia que me disseste que se referiam à vinda de Maomé, mas examina o contexto pois verás que são referências a Jesus e ao Espírito Santo.
Depois de examinar e comparar as vidas e os ensinos entre Jesus e Maomé, desculpa que te diga mas Maomé tem alguns aspectos que tiram credibilidade aos seus ditos, uma das coisas que mais me deixou perplexo é a ideia de uma revelação progressiva, afinal Deus não é o mesmo? Podem as ideias de Deus mudarem consoante os dias? Se Deus é perfeito porque é que a revelação se vai aperfeiçoando?
Outra ideia que me deixou boquiaberto e que vai contra o Torah, os Evangelhos e as Cartas é que somos predestinados a nascença e nunca saberemos se Alá nos vai aceitar ou não, isto é completamente diferente do Deus de Amor que me concede liberdade de viver, ao qual eu posso sempre que quiser, orar chamando-O de Pai, não preciso ficar limitado a gestos, horas e hábitos. 
Por fim para não ser muito longo desejo só alertar-te para o carácter da missão de Jesus, Ele veio propagar o amor, já Maomé foi a guerra, a história muçulmana é um banho de sangue, bem sei que tu entendes a jihad como uma luta interior mas não foi isso que Maomé fez, se seguires o seu exemplo serás horrível. Podes falar-me nas cruzadas, mas estas sem dúvida foram efectuadas negligenciando as palavras de Jesus. Repara ainda nos milagres que Jesus realizou e por fim na sua ressurreição Ele venceu a morte e só nele tu também a podes vencer.
Concluo deixando muito por dizer, quero apenas apresentar-te o meu amigo Mark A. Gabriel (ele tem bons livros) ele foi um muçulmano muito devoto, aos 12 anos já sabia o Alcorão de cor, foi professor na universidade de Al-Azhar (tu sabes o que isto quer dizer) no entanto aquando do encontro com a Bíblia e o Jesus nela descrito a sua vida mudou para sempre, assim como eu espero que a tua mude. 
Não quero fazer de ti um prosélito, nem minar a tua fé, mas quero que a verdade posso brilhar na tua vida, é com amor que faço isto.
 Um grande abraço. Ao único Deus toda a Glória!


10 comentários:

Inês disse...

Muito bom :)

Anónimo disse...

Entendi qual é o seu objetivo: pregar religião, e não, verdadeiramente, o SEU Deus.
Hipócrita, dentre tantas religiões somente a sua é a coreta?? hahahaha
Graças a Deus tu terás muito tempo para refletir, uma eternidade.

natenine disse...

Anónimo, porque não identificar?
Se existe um só Deus Ele não diria aos ocidentais "dá a vida" e aos orientais "mata". A sua mensagem tem de ser a mesma.
Deixa-me que te diga que nenhuma religião no mundo está correcta, aquilo que digo é que só em Jesus há salvação. recomendo-te um texto que escrevi noutro blog. veja aqui o pdf http://www.divshare.com/download/5356790-032

Dário Cardina Codinha disse...

em 20 segundos encontrei matéria suficiente para responder à tua pergunta. Porque não tentas usar o teu cérebro? Ou será que não serve para procurar respostas que não queres encontrar?

cultiva-te pah!

H disse...

em 20 segundos encontrei matéria suficiente para responder à tua pergunta. Porque não tentas usar o teu cérebro? Ou será que não serve para procurar respostas que não queres encontrar?

cultiva-te pah!


Então poste.

h disse...

Entendi qual é o seu objetivo: pregar religião, e não, verdadeiramente, o SEU Deus.
Hipócrita, dentre tantas religiões somente a sua é a coreta?? hahahaha
Graças a Deus tu terás muito tempo para refletir, uma eternidade.


Gostaria de acrescentar que se natenine acredita no Deus de Israel, não pode acreditar na existência de Alá.

Pois a existência do meu Deus acarreta na inexistência dos outros.

Acredito que o natenine não quis pregar a sua religião e sim a crença no Deus dele.

Como já disse em outros comentários, a prática de religiosidade é condenável e só nos afasta de Deus.

A verdadeira religião não é X ou Y e sim a crença em Cristo Jesus, filho de Deus, que veio a terra para nos livrar dos nossos pecados e garantir vida eterna para aqueles que confiam em Seu nome.

"Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de odiar um e amar o outro, ou se dedicará a um e desprezará o outro. Não podeis servir a Deus e a Mamom."
Mateus 6.24

A paz do Senhor.

Dário Cardina Codinha disse...

Queres tudo feito não?
Onde está a pro-actividade?
Se eu tivesse sempre tudo feito não tinha encontrado uma resposta em 20 segundos. Nem sequer a sabia procurar. Não será esse o teu problema?

h disse...

Antes de tudo queria elogiar você e o anónimo por escreverem Deus com letra maiúscula, é um sinal de respeito a minha crença, mesmo não compartilhando dela. Metade dos céticos que eu conheço usam letra minúscula e ainda um prejorativo antes do nome Dele. Pode parecer insignificante, mas mesmo assim obrigado.

Queres tudo feito não?
Onde está a pro-actividade?
Se eu tivesse sempre tudo feito não tinha encontrado uma resposta em 20 segundos. Nem sequer a sabia procurar. Não será esse o teu problema?


Eu ri.
Imagino um debate:

Ateu; Blá, blá, bla (...) e estes são os meus argumentos
H: Você é ridículo só na sua existência, tenho argumentos ótimos para te desmantelar.
Ateu: Ora, fale, você tem toda liberdade.
H: Procure sozinho seu preguiçoso! Onde está a sua pro-atividade? Ora, aonde já se viu um ateu safado querendo gastar meu tempo!

Aliás dário, se for assim te digo que tenho uma prova irrefutável e absoluta da existência de Deus, e olhe bem, achei ela em menos de 20 segundos de estudo científico. Me nego a revela-la. Agora vá procurar ela sozinho. :3

Sinto muito, mas você está sendo desonesto intelectualmente, me nega provas, argumentos e até mesmo respostas. Neste ponto fiquei decepcionadado.

Eu estou aqui usando argumentos e olhe que julgando minhas certezas (que vocês chamam de crenças) eu estaria fazendo isso para tentar te salvar do sofrimento eterno (mesmo assim, não mais que minha obrigação cristã). Tenha mais consideração comigo, por favor.

"Disse o tolo para o seu coração: Não há Deus."
Salmos 14:1

Deus te abençoe.

Dário Cardina Codinha disse...

Custa muito ir ao Google e procurar um artigo em 10 segundos?

É preciso eu fazer isso para terem alguma informação sobre o assunto? Porra! Como é possível.

Quando tenho dúvidas e quero saber mais sobre um tema procuro logo, não ando a perguntar às pessoas e a exigir que me exponham os artigos. Fogo, tenho cabecinha para procurar por mim.

h disse...

Custa muito ir ao Google e procurar um artigo em 10 segundos?

Quero achar as mesmas respostas do que você, se eu poste uma réplica para uma resposta de um argumento diferente do seu estaria sendo desonesto. Quero o SEU argumento. Ah sim! Que tags eu uso? "Contra argumentos carta aberta de natenine para mulçumano"

É preciso eu fazer isso para terem alguma informação sobre o assunto? Porra! Como é possível.
Por favor, tire a porra da boca para falar. Ao usar palavras indevidas mostra desespero. Se você menciona argumentos DEVE posta-los.

Quando tenho dúvidas e quero saber mais sobre um tema procuro logo, não ando a perguntar às pessoas e a exigir que me exponham os artigos. Fogo, tenho cabecinha para procurar por mim.
Concordo, porém se defendo uma tese eu irei apresentar argumentos para defende-la e não quem está questionando-a.

A paz do Senhor.