domingo, maio 21, 2006

não tenho assim um título...

bom vou pôr aqui um poema do improviso

Oiço, tantas pessoas para aí falar
Todas elas querem se mostrar sábias
de maneira que nenhuma pára para escutar
Conheço bem muitas das lábias
Com as quais tantos acabam por enganar
Eles começam na areia das praias
Mas logo logo se enfiam no mar
estão a ser comidos por ondas
e ainda me querem ensinar...

Querem tanto demostrar o seu saber
através de dilemas complicados
que até mesmo eles conseguem ver
que estão totalmente enganados
Isto de gente que andou aprender...
Deixa os simples estupefactos
Não me admira que não consigam entender
Admira-me como tantos andam atrás
De confusões para o seu viver

Um Vapor de pseudo-sabedoria que imerge
Neste tempo moderno de cegueiras
Falsas Teorias que o louco protege
Querendo partir a Rocha como nas pedreiras
Mas esta é uma Rocha que nem sequer mexe
Todas as suas palavras são verdadeiras
By this Rock I became fresh
In this Rock I'm free and safe
Jesus...my life is built in nothing less

7 comentários:

debora disse...

eu acho que devia ter título.
A falta do mesmo é grande.
Mas o conteudo tambem é suficiente para se perceber.

*

sofia disse...

epa respondo c o msm do ultimo post!+ palavras pra k?
podia por um poema do caeiro mas sei k n gostas d pessoa
amei msm o poema...
Dta

Mig.eL disse...

Bem, e depois eu eke sou poeta..
não há muito a dizer, toda a gente pode lêr e perceber que essas palavras dizem tanto.

[[]] porta-te **

heaven :) disse...

Sim senhor, muito poético. Com alguns erros de português mas.... eu fecho os olhos em prol do conteúdo :) Está fixe, e até rima e tudo. Beijokas e continua a rimar pr'ó pessoal :) DTA

Bruna disse...

poético??talvez..
mas verdadeiro e real !!
Pois são essas as qualidades do nosso Deus!!
bejuuuuuu



buuh*

Anónimo disse...

Very pretty site! Keep working. thnx!
»

Anónimo disse...

Nice! Where you get this guestbook? I want the same script.. Awesome content. thankyou.
»